Os dias não se repetem

Por Plinio Cesar Batista

Não me venham com seus discursos apocalípticos

Não coloque em pânico

Quem já está morrendo de medo

Também não venham com otimismos desacerbados

Esperança é bom ter,

Mas não se pode viver

Uma vida agarrado a ela

Os dias são o que são

Nunca serão os mesmos

Aliás, nunca foram

A vida não é um álbum

Onde colecionamos dias

Bons ou ruins

Como se fossem figurinhas

Que nunca vem repetidas

Impossíveis de trocar

Podemos escolher então

Deixar que eles simplesmente escapem

E não saber das oportunidades que estamos perdendo

Ou flutuarmos da melhor maneira por entre eles.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: