Quase na hora…

Por Miriam Costa

Quase na hora certa achamos que encontraríamos mais do que as mesmas falas tediosas, improvisando mil cópias delas mesmas para que tenham novas versões frescas! Para que consigam achar no vazio não -assumido um próposito, aquela hora H, em que se espremem num canto, se alimentando da opinião alheia.
————–> (Só vale se coincidir em ser certeira.)
Na hora certa não excluímos nossa maior arma, o riso, que aperfeiçoamos nestes quarenta anos de planos e ansiedades depositadas no lixo, continuamos seguindo fortes como uma galáxia enorme, seguimos sorrindo para e de tudo isso!
Quase na hora certa de entender os perigos, nos atirando inteiros para quem diz que de nada vale lembrar, desconhecido o interesse, desconhecida a mente, você não existe!
Muito devagar as vezes é depressa.
Depressa as vezes cisma contigo.
(Veja bem onde você pisa,
pode ser o coração de alguém!)

2 comentários em “Quase na hora…

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
<span>%d</span> blogueiros gostam disto: