Questionar

Por Erica Gil

A vida pergunta e eu não sei questionar.
Vejo a trilha e não ostento. Gosto dos pés descalços, procurar borboletas e dançar em outros ritmos.
Mergulho no mar revolto, pensamentos descontrolados.
O corte aberto, sangro, abraço a coragem e olho com o coração.
Não sei questionar.
É tanta alma para o mundo derrubar.

5 comentários em “Questionar

Adicione o seu

  1. Semanas
    Meses
    1 ano: driblando a mente do choro que vamos separando, aguardamos a inocência das cores nos alegrar os dias, o riso das crianças para curar as feridas, vamos saindo do estado febril.
    Que a sorte nos acompanhe…
    se não ela, a arte, nosso maior refúgio.

    – Miriam Costa.

    Parabéns pela poesia.
    Obrigada por tudo especialmente por se importar. Vc é grande!
    Bjss

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: