Vidas

Por Dani Raphael Em quanto me afogo no meu mundo covarde, o menino da esquina grita:_Corre!Dentro desta caixa estampada com flores,Não vejo maior que minhas dores,Nada, além do supérfluo que se faz real.Enquanto brinco com o dicionário de palavras difíceis,O menino na escrita chora,Por não saber ler.Mundos fechados, como os meus existem aos montes,Tão rijos... Continuar Lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora