SONHARIA

Por Stenka Razin Teu balançar que me balança, extravagância remelexo e teu olhar que me alcança. O dedo no queixo convida a interna criança. Mudança repentina quando o adulto anseia, devaneia nessa dança. Avança e aquele beijo de canto de boca lança, na trave... Travessia travessa, ela vira a cabeça e vai sorrindo como se... Continuar Lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora