Poesia marginal

Por Wesley Barbosa Fui agarrado pelos braços Beijado na boca Fundido no sexo Eclipsado no luar Arrastado pelo colarinho Acariciado na face Estendido na rede Jogado na lama Embebedado Amaldiçoado Cingido com seu balsamo Acreditado desacreditado Rolado pela rua Na sarjeta esquecido Desgraçadamente sorrindo Inutilmente chorando Fatalmente apaixonado Morto pela mesma mão que escreve Apunhalado... Continuar Lendo →

Mãe Maria

Por Wesley Barbosa Desde criança a mãe lhe ensinara que há coisas na vida que não precisam de explicação; e como era curandeira e atendia por mãe Maria, dando passes, quebranto, fazendo e desfazendo feitiços de amor, ela dizia ao menino: – Cuidado ao cruzar com gato preto na rua e, se ver trabalho em... Continuar Lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora